ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL

 

O Instituto Brasil tem se qualificado para ações na área de assistência técnica e extensão rural a partir de trabalhos desenvolvidos em diversas regiões do País. Desde 2008 a entidade vem desenvolvendo projetos na área da agricultura familiar, com foco na produção de biocombustíveis como elemento de agregação de valor e renda para o produtor rural.
Em 2010, o Instituto Brasil implementou o PROJETO UTDS (veja em www.institutobrasil.com/utds) em ação vinculada à Secretaria de Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário. A ação ocorreu em sete estados brasileiros (Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí e Ceará), envolvendo mais de 4 mil agricultores familiares e cerca de 400 técnicos do setor.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Em parceria com o Gruppo di Voluntariatto Civile (GVC), ONG italiana, a Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar de Minas Gerais (FETRAF), a IBIABIOCOOP e a COONAT, realizou o diagnóstico e implementa, agora, o Plano de Desenvolvimento Rural Sustentável (PDRS). O projeto envolvendo 100 famílias de assentados nas regiões de Ibiá e de Prata, em Minas Gerais.

INSTITUTO BRASIL encontra-se capacitado para a gestão de projetos nas áreas ambiental e suas implicações, de ecopedagogia, de turismo rural, de saneamento básico, do agronegócio focado em bioenergia, na agricultura familiar e na cultura com ênfase em ações vinculadas  comunidades rurais.

  • • Coordenação, em Minas Gerais, do Programa de Cadastramento de Usuários para Regularização de Usos na Bacia do Paraíba do Sul, da Agência Nacional de Águas (ANA), em trabalho de conscientização e de mobilização de produtores rurais de 88 municípios da área mineira da Bacia do Rio Paraíba do Sul, envolvendo dois milhões de usuários e mais de mil empresas.
  • Coordenação de projeto de comunicação rural com agricultores familiares de 111 municípios da Zona da Mata de Minas Gerais em ação contratada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR).

 

  • • Convênio de assistência técnica com a Associação Central dos Fruticultores do Norte de Minas (ABANORTE) para a realização do Diagnóstico da Fruticultura no Norte de Minas com ênfase nas culturas do limão, das anonáceas e da banana.
  • Convênio de assistência técnica com a COAGRO – Comércio de Produtos Agroindustriais e Florestais Ltda. para a realização de trabalhos de desenvolvimento da cultura do pinhão manso na agricultura familiar no norte de Minas Gerais.

 

  • • Contrato de prestação de serviços com a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais para elaboração do Estudo de Viabilidade Técnica e Econômica de Projeto de Desenvolvimento Integrado das Cadeias de Produção de Óleo e Pecuária na Região Noroeste de Minas Gerais.
  • Convênio de prestação de serviços com a Fundação do Meio Ambiente (FEAM) da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Estado de Minas Gerais, para a realização de evento focado na área de Saneamento e Contaminação do Solo em Postos de Combustíveis. Ao Instituto Brasil, além da organização do evento, coube a tarefa de gerir e contratar a equipe técnica (conferencistas).

 

  • • Quatro contratos consecutivos para prestação de serviços com a PETROBRÁS – Petróleo Brasileiro S.A. para a realização de eventos na área de gestão de resíduos urbanos e geração de energias alternativas, biocombustíveis, agricultura familiar e sustentabilidade, com gestão de competências na constituição da programação oficial.
  • Convênio assinado com a empresa IPLANUS – Engenharia e Sistemas, do Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação de Viçosa, para prestação de serviços na área de diagnósticos e desenvolvimento de projetos de visibilidade com recursos oriundos do Programa PRIME da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) do Ministério de Ciência e Tecnologia junto a municípios do Vale do Rio Piranga (22 cidades) (2010 – 2011).

 

  • • Em fase de avaliação: projeto de educação ambiental vinculada à agricultura familiar da cidade de Rio Casca (MG), em ação conjunta com a Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Piranga (AMAPI) e com o Comitê de Bacias Hidrográficas do Rio Piranga (CBH Piranga).
  • Implantação de 90 Unidades Técnicas de Demonstração e Observação (UTDs) nos pólos de produção de oleaginosas no Nordeste e Semi-Árido do Brasil com o objetivo de transferir e de difundir tecnologia e conhecimento, em sistemas de produção de mamona e girassol da Secretaria de Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Caixa Econômica Federal atendendo 4.000 agricultores familiares em sete estados brasileiros (2010 – 2011).

 

  • • Contrato de prestação de serviços com a PETROBRAS para a realização de 45 dias de campo e 20 capacitações na área de agricultura familiar e geração de biocombustíveis nos estados de Minas Gerais, Bahia, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí, Pernambuco e Ceará (2011).

 

  • • Parceria com o Centro de Referência da Cadeia de Produção de Biocombustíveis da Universidade Federa de Viçosa (2011 – atual).
  • Diagnóstico de aptidão agrícola em 31 assentamentos do Triângulo Mineiro e Noroeste de Minas Gerais em parceria com o Gruppo di Voluntariatto Civile (GVC), entidade italiana de apoio à agricultura familiar,  a Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar do Estado de Minas (FETRAF – MG) e o Instituto dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Agricultura Familiar (ITTAF) de Minas Gerais (julho e agosto de 2011).

 

  • • Implantação, em 31 assentamentos do Triângulo Mineiro e Noroeste de Minas Gerais, do Plano de Desenvolvimento Rural Sustentável em parceria com a Prefeitura Municipal de Ibiá, a IBIABIOCOOP e o Comitê Executivo do PROJETO AGRIFAM (1º de outubro de 2011 a 31 de março de 2012).